EUA AMEAÇAM LIDERANÇA DO BRASIL NA IMPORTAÇÃO AGRÍCOLA DA UE

Gostou? compartilhe!

EUA AMEAÇAM LIDERANÇA DO BRASIL NA IMPORTAÇÃO AGRÍCOLA DA UE

O Brasil continua perdendo participação nas importações de produtos agropecuários feitas pela União Europeia, o principal mercado mundial nesse setor.

O país ainda é importante para o bloco -é o principal local de compras dos europeus-, mas começa a ser perseguido de perto pelos Estados Unidos.

No ritmo atual, os norte-americanos vão assumir em breve o posto de líder dos brasileiros em exportações para os europeus.

Relatório da semana passada da Comissão Europeia de Agricultura indicou que 12% das compras agrícolas dos europeus saíram do Brasil. Em 2012, no entanto, essa participação era de 14%.

Já os Estados Unidos, que participavam com apenas 8% das importações da União Europeia no setor em 2012, atingiram 11% no ano passado.

Mas, ao mesmo tempo em que os europeus aumentam as importações de alimentos, também desenvolvem bases para o mercado externo de seus produtos.

Após uma série de reformas e de aprimoramentos no comércio agropecuário, a União Europeia se tornou importante não só nas importações como nas exportações. Estas dobraram de valor na última década.

As eliminações de barreiras sanitárias e comerciais, além da concretização de novos acordos bilaterais, abriram novas oportunidades aos europeus.

As exportações dos 28 países do bloco somaram US$ 142 bilhões no ano passado, com superavit de US$ 18 bilhões. O avanço dos euro- peus nesse setor os colocou na liderança mundial nas vendas de produtos agropecuários, desbancando os Estados Unidos.

Esse setor movimenta US$ 451 bilhões na Europa e emprega 7,5% da mão de obra na região. As exportações do setor de agronegócio garantem renda e manutenção dos empregos no setor, segundo a Comissão Europeia.

O mercado da Europa é importante para os brasileiros, mas muitos dos itens da demanda dos europeus também podem ser supridos pelos Estados Unidos, como carnes, farelos, soja e frutas.

Fonte: Udop, com informações da Folha de S.Paulo (escrita por Mauro Zafalon)



Gostou? compartilhe!