PARTICIPAÇÃO DE FONTES RENOVÁVEIS NA MATRIZ ENERGÉTICA SERÁ ANALISADA POR COMISSÃO DO SENADO

Gostou? compartilhe!

PARTICIPAÇÃO DE FONTES RENOVÁVEIS NA MATRIZ ENERGÉTICA SERÁ ANALISADA POR COMISSÃO DO SENADO

Está na pauta da Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA), o projeto que aumenta para 60% a participação de fontes renováveis na matriz energética brasileira até 2040. Criada pelo senador Cristovam Buarque (PPS-DF), essa medida está prevista no Projeto de Lei do Senado 712/2015.

Para Buarque, o percentual atual de 40% da oferta interna de energia brasileira que são provenientes de fontes renováveis, principalmente hidráulica e biomassa, já coloca o Brasil como protagonista na adoção de soluções para redução de gases de efeito estufa. Para estabelecer uma meta mais ousada, o senador propõem modificar a lei que institui a Política Nacional sobre Mudança do Clima, acelerando o processo de substituição de energia oriunda do petróleo por fontes renováveis, com baixa emissão de gases que provocam o aquecimento do planeta. Depois de votada pela CMA, a proposta segue para a Comissão de Infraestrutura.

Fonte: Udop, com informações com CanalEnergia



Gostou? compartilhe!